Primeiro dia de aumento das passagens tem reclamações e insatisfação

05

O primeiro dia de aumento das tarifas do transporte público em Belo Horizonte foi encarado com muita reclamação pelos usuários dos ônibus da capital mineira. A passagem saltou de R$3,40 para R$3,70 em 80% das linhas, a partir da 0h deste domingo (3), conforme havia anunciado em dezembro, a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans).

O clima entre os usuários do transporte coletivo era de consternação e revolta, já que a tarifa voltou a aumentar em um período curto de seis meses. Isto porque a Prefeitura de BH já havia aumentado a tarifa em junho do ano passado, de R$3,10 para R$3,40 após pedido do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH). “Acho um absurdo. Já aumentaram ano passado e agora de novo. Vejo isso apenas como uma formar de lucrar em cima da população”, afirmou o professor de dança, Gleison Pereira, 22, que esperava o 521C (Justinópolis/BH), no terminal do Move na Av. Paraná, no Centro.
Outros usuários foram pegos de surpresa com o aumento e se assustaram com o valor da passagem. Como o caso da agente de saúde, Deise Moreira Lima, 42 e que passeava pelo Centro da cidade, quando viu que o valor dos ônibus estava diferente. “Estou passeando aqui e vi que a tarifa mudou. Não entendi, teve um aumento agora pouco. Espero que o Ministério Público faça algo”, disse.
Outros que reclamaram do aumento foram os usuários do transporte público da região metropolitana de BH, que também sofreu reajuste. “É um roubo. Nós de Ribeirão das Neves pensamos até em fazer um protesto”, disse o pedreiro Márcio Brás, 33,usuário da linha 6260 (Veneza/BH), que teve valor reajustado de R$4,90 para R$5,50.

Seja o primeiro a comentar na pagina"Primeiro dia de aumento das passagens tem reclamações e insatisfação"

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado .

*