Usuários de ônibus em Ribeirão da Neves visitam obras do novo terminal

08

A espera dos moradores de Justinópolis, distrito de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, por uma estação de ônibus que ofereça um serviço de qualidade a todos os usuários pode estar perto de chegar ao fim. Desde abril de 2014, o novo terminal metropolitano de passageiros do Move funciona em condições precárias. No entanto, a promessa da Secretaria de Transportes e Obras Públicas (Setop) de que a obra será concluída em fevereiro de 2016 convenceu os representantes do grupo Acorda Neves, que conferiram de perto, nesta terça-feira (15), a situação do trabalho desempenhado na estrutura.

“A visita que fizemos no canteiro de obras do terminal foi positiva. O prazo da entrega da estação terminava em dezembro deste ano e foi passado para o dia 29 de fevereiro do ano que vem. Mas pelo andar dos trabalhos que vimos hoje (terça), temos a esperança de que seja realmente entregue na data prevista. As telhas já chegaram, os azulejos já estão sendo colocados, a parte de acessibilidade e o banheiro também já estão sendo providenciados”, afirmou Najala Maria, do grupo Acorda Neves.

De acordo a Setop, já foram concluídos os trabalhos de terraplenagem, contenções e muros de arrimo e a estrutura metálica da cobertura. A construção das plataformas de embarque e desembarque de passageiros, guaritas, prédio de apoio, drenagem pluvial e pavimentação já estão em fase de conclusão. Restará, ainda, paisagismo e sinalização.

O grupo Acorda Neves também acompanhou os horários de funcionamento dos transportes na estação. Segundo Najala, os funcionários estão cumprindo rigorosamente o previsto, contudo, o número de veículos ainda não é o suficiente para transportar os usuários com o mínimo de conforto.

“Passei parte da madrugada na estação e, realmente, os ônibus estão passando de cinco em cinco minutos. O ruim é que eles sempre estão cheios. E os ônibus estão sem ar condicionado. assim como a estação. Também pedimos conforto no ônibus e vamos continuar fiscalizando os horários”, avisou.

A obra, orçada em R$ 24 milhões, teve início em janeiro de 2014 e depois foi paralisada em novembro do mesmo ano. A intervenção só foi retomada em julho de 2015. Desde que começou a operar de maneira improvisada, os moradores se queixam da precariedade do local, como a falta de proteção lateral, insuficiência de assentos, acessibilidade, sanitários e bebedouros, sem segurança contra assaltos e próximo a valas de esgoto a céu aberto.

Atualmente, a estação funciona com 24 linhas alimentadoras e três linhas troncais, transportando cerca de 30 mil passageiros por dia.

Nesta quarta-feira, o grupo Acorda Neves participará de uma reunião com a Setop para conhecer outros detalhes do novo terminal e pedir a criação de duas novas estações em Ribeirão das Neves. “Outras demandas que temos é a criação de duas novas estações, uma no bairro Veneza e outra no centro, para facilitar o acesso dos trabalhadores”.

 

Seja o primeiro a comentar na pagina"Usuários de ônibus em Ribeirão da Neves visitam obras do novo terminal"

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado .

*