Moradora da cidade disse que vigia foi demitido antes de crime

11

Uma moradora da cidade que conversou com a reportagem de O TEMPO disse que o vigia tinha sido demitido antes de cometer o crime. A jovem de 23 anos, que trabalha perto do local da tragédia, contou que o vigilante foi à creche por volta de 8h para conversar com a diretora e foi demitido.

“Uma professora de lá contou que ele tinha problema de cabeça, e a diretora achou melhor mandá-lo embora”, disse. Após a demissão, ele foi embora e retornou cerca de uma hora depois, já com uma mochila e o galão de álcool. “As crianças do maternal estavam na sala, os maiores estavam no pátio na hora da merenda. Ele entrou na sala e começou a atear fogo nas crianças. Uma professora tentou salvar os alunos e também teve o corpo incendiado”, relatou.

Ao todo quatro crianças de quatro anos morreram e o vigia, que provocou o crime também morreu.

 

Seja o primeiro a comentar na pagina"Moradora da cidade disse que vigia foi demitido antes de crime"

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado .

*