Cruzeiro precisa melhorar o rendimento do ataque diante do Nacional

18

Se mantiver o empate por 0 a 0 ao final dos 90 minutos diante do Nacional-PAR, o Cruzeiro ficará com a classificação para a segunda fase da Sul-Americana. Porém, o ataque celeste estará mais uma vez na mira do torcedor. O time precisa melhorar o seu rendimento ofensivo e buscar gols para que a classificação aconteça com uma vitória e de forma mais tranquila.

O momento ofensivo celeste, porém, não é positivo e não inspira lá grande confiança para seus torcedores. No Campeonato Mineiro, onde a Raposa ficou com o vice-campeonato, o ataque foi o segundo que mais finalizou para gol, o segundo melhor do torneio, mas o primeiro que mais errou o alvo. Dos 211 chutes, 123 não acertaram o gol do goleiro adversário, de acordo com números do Footstats.

Os números individuais dos atacantes comprovam ainda mais a pouca pontaria. Rafael Sóbis foi o jogador que mais chutou para gol no Campeonato Mineiro, 42 vezes. Ao mesmo tempo, foi quem também mais errou, foram 17 certas e 25 erradas.

Thiago Neves também viveu situação parecida. Dos 24 chutes para gol no torneio, o camisa 30 acertou o alvo em apenas 10 vezes. Quem teve melhor rendimento neste sentido foi o reserva Ramón Ábila, que das 12 finalizações mandou oito no alvo.

Diante do Nacional, nesta quarta-feira, Rafael Sóbis não deverá ser titular, já que reclama de dores na coxa esquerda. Com isso, Ramón Ábila foi escalado como centroavante no treino de terça.

 

Seja o primeiro a comentar na pagina"Cruzeiro precisa melhorar o rendimento do ataque diante do Nacional"

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado .

*